COMO É DIFICIL E MACHUCA MUDAR, MAS MUDE E MUDE PARA MELHOR

0

Tantas vezes deparamo-nos com aquelas “frases inspiradoras” ou com estilos de vida que gostaríamos de ter e adoptar e, em muitos destes momentos, dizemos a nós mesmos: “eu vou mudar!” No entanto, sabemos que não é fácil.

Como pessoas, gostamos de ser consistentes, ou seja, as nossas atitudes tendem a estar em sintonia com as nossas crenças e os nossos valores. Quando não estão, fazemos um esforço para alinhá-los novamente. Se começarmos a acumular vitórias e ainda assim continuamos a vermos-nos sem valor ou incapazes, premimos o “botão” para, de certa forma, voltarmos ao ponto que nos é familiar e que está de acordo com aquela imagem que temos de nós mesmos.

Por outras palavras, se partimos com a crença de que não temos valor no campo profissional, por exemplo, poderá sentir constantemente que vai “cair” a qualquer momento ou se chamar a atenção dos seus colegas para as suas conquistas, irá ser visto como uma fraude. Por isso, esta crença leva-o, facilmente, a procrastinar e a desviar o foco.

No fundo, a angústia perante as conquistas não é realmente um medo de ambição e do valor que acarretam, é um medo de tentar o melhor e não ter sucesso, de ser pessoalmente abatido e humilhado publicamente à medida que se preocupa que o seu melhor talvez não seja bom o suficiente.

Desafio-o a identificar as suas crenças negativas e a tentar substituí-las por outras diferentes, que sejam congruentes com os seus objetivos. Assim, estará no caminho para mudar os seus hábitos!

 

Deixe um comentário

avatar

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

  Subscribe  
Notify of