Malditas Lembranças – Se quiser crie raízes, mas não tenha medo de voar

0

happy-hour-friends-eating-restaurant-bar

Então um dia você cresce e esquece de algumas lembranças

E passa a ter uma vida bacana e agitada, um trabalho incrível, muitos amigos, muitas risadas, muita diversão, muita cerveja, novos lugares, novos relacionamentos, mas em algum lugar lá dentro da sua cabeça tem uma lembrança dolorosa.

tchau

Um amor não correspondido, uma briga de família, a perca de um ente querido, um momento de fome, de dor, coisas que você fez questão de esquecer e também sonhos que você deixou de sonhar, pois você começa a pensar que não tem mais sonhos ou começa a ser uma pessoa rigorosa e chata, sabe aquela pessoa que você prometeu que nunca seria quando era criança.

Lembro-me claramente de um dia quando eu era criança, as coisas não estavam bem em casa, meu pai desempregado, meu avô fazia mercado para a gente e um dia no almoço reparei meu pai disfarçando falando que já tinha separado comida para ele, que eu e minha irmã poderíamos pegar a mistura e se servir, eu disfarcei e olhei o prato dele e não tinha mistura, eu era criança, mas senti aquilo que ele estava passando, talvez não entendesse como hoje, mas doeu no fundo, lembro que pedi feijão com farinha por que eu gostava e comia sempre, e a situação se arrumou rápido, acredite tudo é passageiro! (certeza que nessa parte se você tiver um lado tonto que nem eu, você vai pensar – às vezes é motorista hahha).

Lembro-me também de um dos meus primeiros empregos os meus patrões eram xucros (tipo pessoa do sitio, naturalmente grossos e mal educados), eu sofri muito internamente naquela época, pois odiava pessoas assim e acabei trabalhando quase um ano lá, por causa da minha moto na época que era nova e tinha medo de não ter a renda para pagar a moto, mas quando sai de lá tive várias oportunidades, ai se percebe que você não precisa criar raízes quando você pode voar mesmo com a pressão o clima chato tenho boas lembranças daquele local também, ai o título do texto se quiser crie raízes também.

Não quero fazer o papel de chato, só estou querendo lembrar quem você é de verdade, de valor ao que realmente importa, não seja nunca ingrato, ou mal educado com alguém, você nunca sabe o inferno que esta pessoa pode estar passando, você pode não perceber, mas um bom dia e a sua educação, já ajudam para um dia melhor.

Às vezes você ergue a sua voz com alguém ou deixa de cumprimentar o porteiro, a faxineira, ou então você não confia mais nas pessoas, você não acredita mais tanto no amor, você começa a pensar que não tem o suficiente, mas eu te pergunto o que realmente é o suficiente?

Você já parou para pensar, se de falto te falta algo de verdade? Se existe mesmo o céu? Que talvez hoje seja só um dia mal e não uma vida mal? E que do mesmo jeito que você precisou de uma oportunidade no começo, alguém também precisa nesse momento.

pexels-photo-28725 sofrimento-01-1030x684

ariston-assinatura-blog-post

 

 

 

 

Deixe um comentário

avatar

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

  Subscribe  
Notify of