Tudo começou na brincadeira, nenhum queria nada sério

0

É isso mesmo…

Tudo começou na brincadeira, nenhum queria nada sério. Mas sem perceber começamos a trocar segredos, a entender um ao outro, eu não sabia como ainda estava contigo, afinal sempre fui focado em mim mesmo, minhas metas e meus sonhos. Ainda não tenho quase nada, mas eu sempre soube aonde eu quero chegar.

Sempre que nos encontrávamos, era mágico, sempre com um cheiro bom, um lindo sorriso e tem também o bom humor, mas com o tempo percebemos que temos falhas, dores, responsabilidades e sem falar dos dias frágeis.

Já houve dia que eu não queria nem olhar na sua cara, já pensai em dar cima da sua amiga, já pensei em me afastar por precaução, mas ai vem aquele mensagem de bom dia, aquela mensagem dizendo que senti saudade, a pergunta que bar que você está ou que ouvi uma música e lembrei de você.

Lembro um dia em que o teu sorriso estava diferente.

Não sabia o que se passava nessa cabecinha, mas também não queria tomar suas dores, já tenho coisa demais pra me preocupar.

Mas eu não podia te ver daquele jeito, naquele momento, peguei no seu braço, te puxei pra próximo de mim, passei a mão em seu cabelo, beijei a sua testa e a abracei tão forte, eu só queria parecer legal.

No começo nem era tão sincero, mas ai veio o brilho em seu olhar, um sorriso sútil e uma mão macia me envolvendo. Prefiro nem falar daquele perfume.

Sabe quando tudo nela te encanta, o jeito de menina, suas roupas, a forma como se senta com as pernas cruzadas, o perfume que fica na sua roupa. Me sentia tão bem que me esforçava para ser cativante, mesmo após um dia cansativo e em pensar nas dores da vida, afinal eu me sentia especial contigo.

No começo você parecia descabeçada, assim como eu … mas agora vejo uma mulher

Sabes que não sou santo, já tive passado, que já dei trabalho, mas ela também tem seus segredos. Que parece que quase ninguém sabe, nunca que vou parecer fraco ou iludido por um sentimento, mas não vou negar que está lá e vai crescendo, não deveria, mas vai crescendo.

Quantas vezes já pensei em ligar e não liguei. é complicado mas também é bom ficar sozinho as vezes, gosto muito mas não quero que me leve a mal.

Se um dia eu precisar sair de perto dela, acho que vou escrever um carta, uma daquelas que a faça chorar, mas não quero estar lá.

E quando tentar dormir, ou sentir outro abraço, vai se esforçar pra não chorar. E vai pensar que tudo começou na brincadeira. nenhum queria nada sério… mas por enquanto me ferrei e acabei me apaixonando.

 

Deixe um comentário

avatar

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

  Subscribe  
Notify of