Venom: Novo trailer destaca Tom Hardy como um anti-herói

0

Confira o novo trailer de Venom onde eles estão deixando claro que Tom Hardy é um anti-herói, isso mesmo estão falando que venom tem lado legal, mas sabemos que não é isso né galera – Filme chega aos cinemas no dia 4 de outubro de 2018.

Quase três meses após a divulgação do primeiro teaser de Venom, finalmente saiu o primeiro trailer oficial.

Dirigido por Ruben Fleischer, o longa conta ainda com as participações de Riz Ahmed, Michelle Williams, Woody Harrelson e Jenny Slate. – A estreia acontece no próximo dia 4 de outubro.

Para quem não conhece o Venom

Venom é um personagem ficcional das histórias em quadrinhos na série do Homem-Aranha do Universo Marvel, publicadas pela Marvel Comics. Apesar de já ter tido mini-séries próprias, a maioria de suas aparições é como inimigo do personagem Homem-Aranha. Cujo hóspede sendo Eddie Brock, é um Simbionte Alienígena que é formado a partir de um líquido, o material orgânico de espessura.

A característica marcante de Venom, além do uniforme negro, é a desproporcional e assustadora mandíbula, desenhada no traço de Todd MacFarlane. Antes de fundir-se ao simbionte e tornar-se o Venom, Eddie Brock era um repórter do jornal O Clarim Diário.

A origem do simbionte alienígena foi mostrada no evento intitulado Guerras Secretas, quando foi usado como “uniforme” pelo próprio Homem-Aranha (que então não sabia que este era uma criatura viva). O “uniforme”, totalmente negro e com propriedades regenerativas e adaptativas aumentava as habilidades de Peter Parker, mas também potencializava sua agressividade. Assim, ao descobrir a real natureza de seu “uniforme”, o Homem-Aranha livrou-se do alienígena (ao, inadvertidamente, ser beneficiado pela fraqueza a ondas sonoras do simbionte).

Mais tarde, o simbionte acabou caindo sobre Eddie Brock, um jornalista fracassado do Clarim Diário, que culpava o herói aracnídeo pela sua ruína. Sentindo o ódio de Brock por seu inimigo, o simbionte ligou-se ao seu corpo, formando um ser de mente composta chamado Venom. Um ser com um único objetivo: matar o Homem-Aranha.

Esta história foi revelada na edição de nº 105 da revista do Homem-Aranha

publicada em 1992 pela Editora Abril. Brock havia escrito a biografia de um homem que dizia ser o vilão Devorador de Pecados, e a notícia foi um sucesso para o seu jornal, o Clarim Diário. Mas pouco depois o Homem-Aranha derrotou o verdadeiro vilão e sem querer provou que a reportagem de Eddie não passava de histórias imaginárias de um doente mental. Com isso, o Clarín Diário foi ridicularizado e Eddie despedido.

A partir de então, Eddie apenas pensava em se vingar do herói, porém sendo um humano comum não teria chances contra o herói aracnídeo. Depois de tudo pensou em suicidar-se, mas suicídio seria um pecado inaceitável para ele, um homem católico. Revelou que seu corpo musculoso foi adquirido porque exercícios físicos o ajudariam a diminuir o stress. E quando Eddie estava rezando para obter paz na Catedral da Virgem Maria, em Manhattan, que curiosamente foi o mesmo local da separação de Peter Parker com o Simbionte, o alienígena uniu-se a Brock, acabando com sua angústia, dando-lhe quase todos os poderes do Homem-Aranha e lhe contando a identidade secreta do herói.

Assim nasceu Venom. O Simbionte Alienígena deu à Eddie Brock poderes similares aos do Homem-Aranha, como força, resistência, agilidade e reflexos ampliados (porém, de forma ampliada). Além disso, o vilão possui a capacidade de lançar teias orgânicas, fator de cura acelerada e imunidade ao “sentido de aranha” de Peter Parker. Além disso, o vilão tem também capacidade transmórfica limitada, graças às características do simbionte.

 

Deixe um comentário

avatar

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

  Subscribe  
Notify of