6 dicas essenciais para você que vai fazer uma entrevista de emprego

0

Muita gente fica em choque ou da aquele branco em sua entrevista

ou casos semelhantes, quer uma dica é igual prova, estude você mesmo e seus pontos fortes e fracos e não vai ter erro, veja aqui exemplos e 6 dicas essenciais:

1ª – Faça um resumo da sua vida Acadêmica, Profissional e seus Hobbies

Em toda entrevista de emprego você será questionado a respeito da sua formação acadêmica e sua experiência profissional. Tenha em mente o que você vai dizer e saiba que a maioria dos recrutadores gosta quando o candidato demonstra vasto conhecimento sobre sua área de atuação – só não vá pensar que o entrevistador sabe tudo sobre o seu trabalho, então evite usar expressões e jargões que possam o deixar confuso. Dê exemplos que sejam capazes de demonstrar suas capacidades.

2ª – Quando perguntarem sobre seus defeitos (muito importante)

Não são poucos os candidatos que respondem a essa pergunta com “sou perfeccionista” ou “trabalho demais, mesmo quando estou em casa” – essa tentativa de transformar um defeito em uma qualidade é uma atitude bastante manjada, e você precisa se lembrar que profissionais de RH não são bobos e vão enxergar essa sua resposta como um velho e chato clichê, isso mesmo você não via impressionar ninguém se disser isso.

O jeito, aqui, é revelar uma fraqueza real, mas de um jeito inteligente. Você pode dizer, por exemplo, que tem dificuldades em lidar com o estresse, ou tem uma memória fraca mas que tem trabalhado para melhorar essa questão e já se sente mais calmo e confiante em situações adversas e que costumar agendar e marcar tudo, você disfarça o defeito e demonstra ser organizado entendeu a diferença.

3ª – A tarefa surpresa

É bastante comum que, depois de uma conversa, o candidato à vaga precise realizar alguma prova ou tarefa, ainda que não tenha sido avisado anteriormente sobre isso. Digamos que a tarefa que chega até você é uma com a qual você não tenha experiência ainda. Em vez de largar a toalha e dizer que não sabe como fazer, diga que não tem experiência com isso, mas que gosta do desafio de aprender algo novo.

4ª – Perguntas sobre ambiente de trabalho

Antes da entrevista, busque saber o máximo possível de informações sobre a empresa na qual você espera trabalhar – é bem provável que você seja questionado sobre isso. Saiba responder questões como por que você gostaria de trabalhar naquela empresa ou o que a companhia tem que mais chamou a sua atenção.

Todas empresas que tem um ambiente mais descolado e com jovens entre 18 a 35 anos, são a principais a perguntarem isso, principalmente se for do ramo de tecnologia, querem saber se você é uma pessoal curiosa e antenada do que esta acontecendo.

Evite respostas rasas ou de puxa saco,  como “eu gostaria de trabalhar aqui por que é perto de casa ou para ser seu amigo” – acredite: tem gente que diz isso. A resposta ideal a esse tipo de pergunta é aquela que se refere a algo específico sobre a empresa, algo que talvez nem tenha sido mencionado ainda e que mostra que você realmente sabe do que está falando. Por exemplo Observar nas redes sociais das empresas os eventos ou quantos anos de empresa tem ou alguma premiação.

Se não surgir essa oportunidade de mostrar que você tem um conhecimento específico, espere até o final da entrevista – nessa hora, o candidato é geralmente indagado se tem algo a acrescentar, então você pode fazer essa pergunta mais específica e mostrar que fez o trabalho de casa.

5ª – Sobre a sua aparência e a maneira como você se comporta

O nível de formalidade com que você deve se vestir para a entrevista depende da empresa que está oferecendo a vaga à qual você está se candidatando. Se for em um grande escritório de advocacia, é um tipo de roupa; agora se for em uma agência de publicidade, por exemplo, é outro estilo.

A questão é: você não deve se vestir de modo formal demais nem totalmente descontraído. Uma vez resolvida essa questão, certifique-se de se mostrar interessado, atencioso e entusiasmado sobre a vaga – sempre sem excessos. Durante a entrevista, dê ênfase às palavras-chave e faça pequenas pausas quando estiver falando sobre algo importante.

6ª – Controle a forma como você age quando fica nervoso

É comum nos sentirmos nervosos em uma entrevista de emprego, assim como é comum que o nervosismo nos faça agir de maneiras estranhas – tem gente que fala demais, gente que só faz piadas, gente que não fala absolutamente nada, e os piores que ficam olhando para todos os lados, suando e gaguejam na hora de falar …

Você possivelmente sabe quais efeitos o nervosismo tem sobre seu comportamento, certo? Agora a questão é treinar para lidar bem com a sua reação – respire fundo e tenha em mente que você é uma pessoa capaz de conseguir a vaga. Se for para pensar no que pode dar errado, deixe para fazer isso depois da entrevista. Preocupação e nervosismo em excesso não ajudam em nada. Tente enganar sua mente com uma recompensa tipo fala pra você mesmo relaxa cara ou menina, se comporta e se tudo der certo vamos sair daqui e compra um milk shake gigante por que a gente merece.

E aí, você tem mais dicas do que fazer para se sair bem em uma entrevista de emprego?

Conte para a gente nos comentários! Ou se gosta dessas paradas de como a mente se comporta procure lê o livro The Superman mind vários profissionais já leram e recomendam.

 

 

Facebook Comments