Gilmore Girls é pura melancolia e tem mais depois de tudo

0

Vamos la Gilmore Girls é uma série super realista? Não nem fudendo, isso bem direto é um exagero. A quantidade de besteira que as protagonistas comem sem engordar um grama, há muito de fantasia sem falar dos casos estranhos.

Mas poucas séries conseguem transmitir o que Gilmore Girls passa nas relações, principalmente familiares. Quando Lorelai, Rory e Emily brigam, trazem à tona década de ressentimentos e vão direto na jugular. Quando se divertem, é com piadas internas cultivadas ao longo de toda uma vida. As dificuldades, as decepções da vida, estão todas lá.

Quando a série terminou na televisão, com a sétima temporada a única sem a criadora, Amy Sherman-Palladino, no comando, seu final foi bem aberto. Rory conseguiu um emprego num site pequeno para cobrir a – campanha de Barack Obama, Lorelai deu um beijo em Luke, Emily e Richard foram prestigiar a filha e a neta numa grande festa em Stars Hollow. A partir disso, cada um podia imaginar o final que queria. O site de Rory podia ter estourado, ela podia ter conseguido emprego num jornal, poderia estar morando em Nova York ou na Europa, poderia ter voltado com um dos ex-namorados, ou ter conhecido alguém novo, ou estar sozinha. Poderia ter casado, poderia ter tido filhos, ou nada disso. Lorelai podia ter se reconciliado com Luke, casado com ele, tido mais filhos. Ou o beijo poderia ser só uma recaída. Havia uma série de finais felizes possíveis.

Haverá mais episódios de Gilmore Girls ? Não? Sim? Talvez? Quem sabe sangrenta? O que está acontecendo?

Gilmore Girls

Bem, como visto pelo Movie Pilot , o site não oficial da Netflix Latin America, o Mundo Netflix – que se concentra em revelar os próximos lançamentos da Netflix – aparentemente lançou uma lista dos shows renovados para 2017 e Gilmore Girls estava nele.

Além disso, a conta oficial do Netflix no Twitter também compartilhou uma provocação real de uma leitura de imagem: “Onde é uma feira de ciências da oitava série quando você precisa de uma?”

A foto é obviamente alusiva ao grande mistério do pai do bebê de Rory, embora também possa estar provocando uma nova história para a próxima vida de Rory como mãe.

Apenas um par de dias atrás, Alexis Bledel (aka Rory Gilmore) revelou que ela não tem idéia de quando ou se haverá mais episódios de Gilmore Girls , alegando que ela “não ouviu nada”.

“Eu não sei … Não tem sido uma conversa ainda”, ela continuou.

“Todos nós estamos apenas querendo contar uma boa história. A única coisa que posso dizer sobre as parcelas futuras é que seria sobre a história e o momento. Queremos contar uma grande história.”

 

A Netflix, no entanto, parece disposta a manter vivo o sonho de Stars Hollow , dizendo que é um jogo para mais episódios se a criadora Amy Sherman-Palladino estiver.

Mas Alexis aparentemente não tem se preocupado muito com o que pode acontecer com Rory …

“É muito interessante tentar especular, porque quando eu tento pensar em algo, converso com Amy Sherman-Palladino e ela me diz o que realmente será”, disse ela.

“Eu sinceramente não segui esse caminho de imaginá-lo.”

Gilmore Girls

Dá muita alegria pensar que Sherman-Palladino não escreveu a sétima temporada, pois ver Rory como mãe solteira aos 22 anos, recém-formada, seria terrível. O que ela quis dizer com esse final? Que estamos fadados a repetir a trajetória dos nossos pais? Por que fazer Rory repetir a experiência da mãe, que foi tão difícil? Era essa a ideia desde o começo, fazer um final melancólico que mostre que a vida é cíclica e inescapável? Quando Lorelai pede um empréstimo à mãe, como no primeiro capítulo, percebe-se a ideia de “ciclo se fechando”. Se depois de tudo que elas viveram seu final é voltar pro início, é melancólico demais.

 

Deixe um comentário

avatar

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

  Subscribe  
Notify of