JBL Boombox: Prós e Contras antes de comprar a caixa de som considerada mais top

0

JBL Boombox é uma caixa de som Bluetooth que chama a atenção, e não à toa foi considerada o melhor alto-falante portátil do mundo em 2018, pela Associação Europeia de Imagem e Som (EISA). O modelo, que remete aos aparelhos de som homônimos famosos nos anos 80, tem uma qualidade de som impressionante e ótimos índices de duração de bateria, em volume médio quase 24 horas e além de um visual bastante interessante.

Porém, ela parece ter sido construída muito mais para ficar parada do que para ser transportada com facilidade. Levando em conta que seu preço é bem salgado (R$ 2.499 no mercado nacional), é importante levantar todos os prós e contras antes de se decidir por investir no modelo.

Ficha técnica

  • Lançamento: agosto de 2017
  • Preço de lançamento: R$ 3.398
  • Preço atual: R$ 2.499
  • Transdutores: 2 woofers de 4” e 2 tweeters de 20 mm
  • Potência: 2 x 30 Watt RMS (AC) e 2 x 20 Watt RMS (bateria)
  • Frequência de resposta: 50 Hz a 20 kHz
  • Relação sinal/ruído: 80 dB
  • Conectividade: Bluetooth 4.2
  • Bateria: 24 horas
  • Cores: preto
  • Dimensões: 25,4 x 45,8 x 19,5 cm
  • Peso: 5,25 kg

PONTOS POSITIVOS

1. Bateria

Para uma caixa de som Bluetooth, a bateria é um dos principais detalhes. Na Boombox, a autonomia promete atingir até 24 horas após uso com volume moderado para baixo. O tempo é ideal para usar o aparelho ao longo de um evento inteiro sem necessitar de fios. Para ajudar na economia, o modelo da JBL também traz um recurso para desligar automaticamente após ficar muito tempo sem tocar músicas, como um modo “sleep”.

A capacidade de 20.000 mAh da bateria também permite usar a caixa de som como um powerbank. É possível carregar celulares, tablets e iPods com cabo USB.

2. Potência dos graves

A JBL é uma fabricante popular por valorizar os graves das músicas em seus equipamentos e a Boombox não fica de lado neste quesito. A caixa conta com dois woofers de 4 polegadas para ressaltar as frequências mais baixas e médias. Além disso, ela oferece os modos de ambiente externo e interno para ser configurada de acordo com o local em que está, evitando que detalhes sejam deixados de lado em uma área com muito barulho, por exemplo.

Para quem costuma escutar músicas com mais agudos do que graves, a caixa também promete cumprir o papel com dois tweeters de 20 mm. As músicas ainda podem ser auxiliadas pela função de ambiente interno para equilibrar as frequências.

3. À prova d’água

Assim como outras caixas de som da JBL, a Boombox conta com certificação de impermeabilidade IPX7. A especificação indica que o aparelho pode ficar sem problemas perto de piscinas durante uma festa, por exemplo.

De acordo com a fabricante, o equipamento suporta jatos de água e pode ser submerso por 30 minutos em até 1 metro de profundidade. Para isso, a tampa precisa estar bem fechada para proteger todas as portas e conexões do eletrônico.

PONTOS NEGATIVOS

1. Peso e tamanho

Apesar de ser uma caixa de som portátil, a Boombox não é um aparelho fácil de ser transportado. O modelo pesa 5,25 kg e tem 45,8 cm de comprimento, 19,5 cm de largura e 25,4 cm de altura. Para deixar o equipamento parado durante um evento, as dimensões não devem atrapalhar, mas podem ser um empecilho ao carregar na rua, já que fica difícil até mesmo para guardar em uma bolsa ou mochila.

2. Preço

Além de pesar no design, a JBL Boombox também pesa no bolso. A caixa de som custa R$ 2.499 e, mesmo com a promoção que oferece um fone de ouvido grátis junto com o aparelho, o valor ainda fica bastante acima do que é cobrado por modelos semelhantes. No varejo, o preço mínimo do equipamento é de R$ 2 mil.

Para comparar com outros modelos, a JBL Xtreme, da mesma fabricante, é menor, tem bateria com capacidade para 15 horas de reprodução e custa R$ 1.499 na loja oficial. Já nas outras marcas, há a Beats Pill+, vendida por R$ 1.099 pela Apple com promessa de potência avançada e design portátil, e a UE Megaboom com 20 horas de bateria, resistência à água e preço de R$ 999.

3. Distorção no volume máximo

De acordo com testes realizados pelo TechTudo, a Boombox, apesar de oferecer graves poderosos, apresenta uma falha quando colocada para funcionar até o limite. Ao ajustar o volume máximo, a caixa apresentou distorção. O problema pode causar incômodos quando o objetivo for utilizar a caixa em festas e ambientes grandes, por exemplo, com a música alta.

 
 

Leave A Reply

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.