Kimetsu no Yaiba é eleito anime do ano no Crunchyroll Anime Awards

Ariston Simon
Read Time5 Minute, 12 Second

Demon Slayer: Kimetsu no Yaiba foi o grande vencedor do Crunchyroll Anime Awards 2020. Além de ter vencido a principal categoria da premiação, de Melhor Anime, a série ainda recebeu os prêmios de Melhor Luta e Melhor Personagem Masculino.

Abaixo, você confere os vencedores de todas as categorias da premiação do Crunchyroll. Os vencedores foram escolhidos por voto popular.

  • Melhor Design de Personagem: Dororo
  • Melhor Animação: Mob Psycho 100 II
  • Melhor Luta: Tanjiro & Nezuko vs. Rui (Kimetsu no Yaiba)
  • Melhor casal: Kaguya Shinomiya & Miyuki Shirogane (Kaguya-Sama: Love Is War)
  • Melhor Personagem Feminina: The Rising of the Shield Hero
  • Melhor Personagem Masculino: Tanjiro Kamado (Kimetsu no Yaiba)
  • Melhor Abertura: “99.9” de Mob Psycho 100 II
  • Melhor Encerramento: “Chikatto Chika Chikaa♡” de Kaguya-Sama: Love Is War
  • Melhor Atuação (inglês): Billy Kametz como Naofumi (The Rising of the Shield Hero)
  • Melhor Atuação (japonês): Yuichi Nakamura como Bruno Bucciarati (JoJo’s Bizarre Adventure: Golden Wind)
  • Melhor Fantasia: The Promised Neverland
  • Melhor Comédia: Kaguya-Sama: Love Is War
  • Melhor Drama: Vinland Saga
  • Melhor Direção: Tetsuro Araki e Masashi Koizuka (Attack on Titan S03)
  • Melhor Trilha Sonora: Carole & Tuesday
  • Melhor Protagonista: Senku (Dr. Stone)
  • Melhor Antagonista: Isabella (The Promised Neverland)
  • Melhor Anime: Kimetsu no Yaiba

É hora de falar de uma das maiores joias do ano. Demon Slayer somou uma animação impecável com personagens bastante carismáticos, tão encantadores quanto diversos.

O que dizer desse espetáculo visual? Enquanto a internet enlouqueceu com a qualidade aberrante do episódio 19, a neve do primeiro episódio já me deixava de boca aberta desde a estreia. A notícia de que Demon Slayer seria animado pelo mesmo estúdio Aniplex/ufotable, que vem animando as maiores pérolas de Fate (Zero, Unlimited Blade Works e Heaven’s Feel), virou um ótimo incentivo para acompanhar um anime com temática folclórica.

ONIS RONDAM A TERRA

O folclore japonês já é um alvo fácil da minha atenção, não à toa já falamos aqui de animes como Dororo, Angolmois e Tsukumogami Kashimasu. Todos esses animes se passando em diferentes tempos do Japão: as guerras feudais, as invasões mongóis, o shogunato Tokugawa, etc. Dessa vez o cenário é a Era Taisho, no comecinho dos anos 1910. Um Japão pouco a pouco modernizado, mas que ainda conhece bem seus velhos modos no interior. E seus demônios.

No mundo além do que é possível de ver nas estradas de ferro e nas cidades movimentadas, os oni ainda são uma realidade e uma ameaça às pessoas que lhe servem de alimento. Os oni são criaturas sobre-humanas, com sede insaciável de carne humana para sobreviver e com uma fraqueza instantânea à luz do Sol, obrigando-os a viver nas sombras.

A realidade dos oni é imperceptível para a maioria das pessoas. Tanjiro, nosso protagonista, só toma noção dela quando sua família já está dizimada e ele é atacado pela sua irmã, Nezuko, que parece completamente diferente, gigante e quase monstruosa. O excepcional, aquilo que faz toda a diferença, como todo bom shounen que se preza tem, é o fato da irmã não ceder aos seus novos instintos de oni. Seu amor pelo irmão e pela falecida família a impede de ir às últimas consequências, como bem mostra seu rosto coberto de lágrimas, tentando lutar contra si mesma.

Assim, Demon Slayer conta a história de Tanjiro Kamado e sua busca por um jeito de fazer Nezuko voltar ao normal. Ela com o passar do tempo aprende a controlar sua própria fome, hibernando durante boa parte do tempo, sem nunca tomar uma gota de sangue humano sequer. Podendo tomar o tamanho que quiser, ela pode desde ficar enorme do tamanho de um homem adulto, como pode virar uma coisinha pequenininha cute cute que cabe numa caixinha. Assim viajam os dois irmãos.

POR QUE TANTO SUCESSO?

Mas quem se importa com tanto detalhe? O gênero de animes históricos não é lá dos mais populares. E animação por animação, se qualidade determinasse fama, Fate seria bem mais famoso do que é agora (mais graças ao jogo mobile do que aos animes, verdade seja dita) e The Garden of Sinners seria uma das animações mais celebradas de nossa época.

Nada disso acontece (infelizmente, é verdade). Mas então por que tanto sucesso? É verdade que a sequência de golpes de espada flamejantes e jogos de câmera estonteantes no episódio 19 foram coisas fora do comum, mas o que estava por trás dessa cena impactou mais do que ela em si mesma.

Era o fervor de Tanjiro em proteger sua irmã mesmo com uma espada quebrada. Ou o instinto de Nezuko em proteger seu irmão, despertando técnicas que nem ela mesma sabia que podia usar até aquele momento de urgência. Era aquele laço fraternal levado ao limite e se superando que, aliás, é outra marca registrada de um shounen: ir adiante, ir além, se empurrar para novas alturas na frente do impossível.

Com esse choque, que serviu para trazer ainda mais gente para o anime e fazer quem assistia vibrar ainda mais, outras qualidades ficariam ainda mais visíveis.

Demon Slayer: CONCLUSÃO

O enredo de Demon Slayer é simples. Um irmão buscando por uma cura para sua irmã e derrotando vários oni no caminho até chegar no “chefão”. Nada de novo. E como já foi dito, a mania de mostrar o passado triste de cada oni desgasta rápido o enredo e os próprios vilões, que do nada deixam de ser vilões nos 45 do segundo tempo.

A verdade é que Demon Slayer fez fama graças aos seus personagens. Sua animação foi tão somente uma porta de entrada, por mais maravilhosa que ela tenha realmente sido e a história foi um grande “Quem liga?”. São personagens como Tanjirou, Zenitsu e Inosuke, a best imouto Nezuko (que tem um desing fora do comum), Shinobu e até mesmo seu vilão, Muzan, que realmente tem aura de vilão, que nos deixavam ansiosos em ver mais a cada semana. Não a toa já temos um filme anunciado, que irá cobrir todo o próximo arco do mangá.

E lógico, já temos gente dando spoiler, porque leitor de mangá não se segura no alto de sua superioridade transcendental. Mas se você conseguiu fugir dos spoilers até agora e não assistiu esse grande candidato a anime do ano, vá agora mesmo maratonar essa maravilha que é Demon Slayer.

0 0
Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleppy
Sleppy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %

Deixe um comentário

avatar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  Subscribe  
Notify of
Next Post

Fim do DOC e TED: PIX chega para “universalizar” o dinheiro no BR

De acordo com a Agência Brasil, o Banco Central (BC) está anunciando nesta quarta-feira (19) o sistema para pagamentos instantâneos PIX, que vai permitir transferências imediatas entre contas correntes de bancos diferentes com o uso de QR Code. O serviço tem previsão […]